quinta-feira, 19 de maio de 2011

(Não é relacionado comigo)


Eu já pensei em voltar a tentar de novo, mas tenho medo de uma rejeição.
















Eu não queria que terminasse assim, não queria ter deixado de receber notícias tuas, foi a pior coisa que me podiam ter feito, agora sinto a tua falta mesmo que demonstres que sou indiferente.
Tínhamos um relação tão estável e de um momento para o outro, sendo culpa minha ou não, as nossas mãos descolaram-se, o nosso amor escondeu-se e tudo o que acreditamos em conjunto deixou de querer ser partilhado.
Sei que por vezes não fui correcta contigo, mas que podes esperar de um coração rebelde quase a saltar por te amar demais? Pedir-te para me compreenderes está fora do que posso pedir, simplesmente gostava que me demonstrasses que eu posso lutar por ti sem me magoar, afinal foste um amor de décadas.
Cortas-me as palavras com o teu silêncio que me destrói, magoas-me com a tua indiferença, bastava apenas um sorriso, daqueles que demos durante imenso tempo, para eu saber que estava tudo bem e que poderia começar de novo porque no fundo fomos feitos um para o outro.
Não esperes que te apareça alguém como eu pela tua vida fora, jamais alguém te amará tanto como eu, jamais alguém se sacrificará por ver um brilho nos teus olhos, jamais alguém passará as noites sem dormir à espera da tua típica chamada de boa noite.
Queres mesmo saber como estou? Olha para as estrelas à noite, concentra-te apenas numa só e pergunta-lhe como está a mulher da tua vida, de certeza que ela te dirá que derramo lágrimas sem fim por não te ter a meu lado ... Depois pergunta à lua se continuo bonita, ela responder-te-à que os teus olhos não encontrarão ninguém igual e que estás a desperdiçar o teu sentido da vida.
Percebes o quanto te amo? Então entende que tudo o que possas fazer para me tentar esquecer não irá resultar, os deuses uniram-se para criarem o nosso futuro, em conjunto por sinal, seremos sempre um coração inteiro, mesmo que o meu esteja despedaçado ... por enquanto.

5 comentários:

  1. oh que riquinha :) e eu gosto muito do teu, e estou vidrada nos teus textos :)) kisses. sigo.

    ResponderEliminar
  2. bem tu tens um jeito para escrever incrével. Adorooo o texto

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.