quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Qual é o segredo? - ainda revirei os olhos e abanei a cabeça a afirmar que não sabia do que estava ele a falar. Qual seria o segredo que eu guardára que o fazia estar interessado, depois de uma imensa teia de palavras que não me levou a lado nenhum, dei por mim a entrar em loucura à procura de algo que não sabia que forma tinha. Eu era feita de desastres, cada dia mais negro que o outro, tinha nascido num dia de tempestade, o sol tinha falecido nesse dia, não tinha nada que pudesse interessar ao mundo... afinal, as insinuações do povo sempre me chocaram, ao certo não sei bem se algum dia fui aceite na sociedade, estar apaixonada sempre foi pecado.. no fundo o meu segredo era o amor que sentia por ti, agora que o coração de vidro virou ferro, tu viras-te fogo e eu virei mar.

12 comentários:

  1. bem, que texto mais lindo! obrigada e conta comigo para te seguir também :)

    ResponderEliminar
  2. claro que nem comparo. sabes porquê ?
    porque tu tens clareza nas coisas que escreves e eu aprecio imenso, logo é diferente ! :p <3

    ResponderEliminar
  3. pois é linda , adorei o teu texto e obrigada por seguires :)

    ResponderEliminar
  4. http://rabiscosdavanessa.blogspot.com/

    Novo link do blog, caso cliquem no anterior não conseguem ver nada. Obrigada queridos seguidores *

    ResponderEliminar
  5. Não precisavam de imitar....precisavam apenas de saber senti-lo também

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.