segunda-feira, 29 de agosto de 2011

#dernières




estou literalmente perdida no tempo, não sei se é por chover no verão ou então por muitas vezes sentir-me fria nos dias de calor.. o exacto não sei por onde anda, mas o pretérito continua bem ciente que tem de permanecer na minha vida, ou então não, eu já não sei do que falo, o tradutor do meu coração está alterado devido às alterações sentimentais. e se o pretérito está presente na minha vida, eu digo-te, o teu nome do meio deverá ser pretérito mais que perfeito, és a vaidade do mundo que me sustenta. agora pisquei o olho, aquele mesmo olho que te seduziu, foi um piscar de olhos doce e  lento, de tão lento que foi permitiu-me rever todos os momentos em que fomos o conto de fadas, apesar de continuarmos a ser. 
a explosão de momentos sempre foi grande quando estamos juntos, a rapidez de decifrar vários sinais é já habitual, minúsculas peripécias de entusiasmos, meu amor sempre fomos unha com carne..

15 comentários:

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.