quarta-feira, 7 de setembro de 2011

#mon amour


Forte personalidade mon ami - ou terei de dizer mon amour - é que revelas em todas as vezes que falamos aquele cliché de romancista - pobre coração derretido que invade a minha garganta com pequenos cubos de gelo enrolados em fogo - sim era disto que eu falava, de como utilizavas as palavras para apenas dizeres o meu nome. Continue, hoje faço das tuas as minhas palavras mon amour, tenho vontade de derreter-te, devagar e em pequenos círculos, c'est vrai, não estou a mentir - eu sei que é estranho dizer-te isto, mas com todo o respeito, eu apaixonei-me por ti hoje, outra vez, tenho esse direito. 
Ontem escrevias-me uma carta, hoje declaras-me um poema, amanhã será o quê - répond mon amour - quero saber como será o meu próximo momento de felicidade... e tu sabes como vai ser, escreves todas as noites mais um parágrafo da nossa história. Gostava de saborear mais um bocado de todos os momentos que passamos, mas em momentos tardios, vem-me à memória a tua la chanson do engate... é tão calma e intensa, uma verdadeira melodia luminosa e gratificante. Meu amor, tenho que ir beber  o meu chá, au revoir mon amour, je t'aime.

33 comentários:

  1. eu acredito que sim. não sou a única de certeza, além disso, és uma prova do que eu digo.

    ResponderEliminar
  2. amei o texto*
    mas não fiques assim, ninguém merece sentir isto!

    ResponderEliminar
  3. ai que lindo ! escreves mesmo bem Maria, minha nossa *-*
    obrigada pelo email, já mandei convite fofinha :3

    ResponderEliminar
  4. 'uma verdadeira melodia luminosa e gratificante', nem preciso dizer que está excelente pois não? :p

    ResponderEliminar
  5. muito obrigada querida, mas o teu está muito melhor :)

    ResponderEliminar
  6. não sabia, mas estava lá, entendas? sinto-me impotente, tento imaginar mil soluções.

    ResponderEliminar
  7. ó agradeço imenso, e fico contente por o seguires, mas o teu blog está bem melhor :)

    ResponderEliminar
  8. ó mas o teu também, e adoro os textos *

    ResponderEliminar
  9. é mesmo isso, é uma sensação terrível..
    adorei o texto!*

    ResponderEliminar
  10. a sério? não consigo deixar de precisar de provas por mais confiança que tenha.

    ResponderEliminar
  11. exactamente, mas continuo achar que o teu é melhor (:

    ResponderEliminar
  12. também espero o mesmo querida. de nada *

    ResponderEliminar
  13. eu tenho a certeza que sim querida *

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.