segunda-feira, 18 de julho de 2011


Lembras-te quando o lápis cor-de-laranja servia para desenhares qualquer coisa, alterávamos as cores na pura das inocências, não utilizávamos o rigor nem a perfeição que hoje está presente no nosso dia-a-dia. O que era azul depressa se tornava nas mil cores do arco-íris, todas na sua vez ou até mesmo misturadas para dar um toque infantil à obra prima.
Quando conseguíamos voar numa folha de papel, sem pensarmos que a realidade em nada podia ser compara com a nossa simples criação do nosso próprio mundo, da nossa própria riqueza, do nosso próprio desejo em tornar sólido o que criamos. Sempre viveste assim, sempre fizeste-me crer nessa tua especulação da verdade, eu creio que cresci neste mundo, creio que nunca passou de uma ilusão.

39 comentários:

  1. Muito obrigada querida, sigo-te já *.*
    Porque adorei o teu também o:

    ResponderEliminar
  2. ás vezes voo para bem longe da dura realidade em que vivemos. Faz me bem. Mas quando caio sem alguem que la esteja para aparar a queda,
    é mau, muito mau. torno me fria como carente, torno me no que nunca fui

    ResponderEliminar
  3. oh muito obrigada! desde o inicio que criei o blog que sigo o teu, é lindoooo e tens imenso geito para escrever :)

    ResponderEliminar
  4. sim, eu sei. mas e se já estiver tudo resolvido? e se todos os i's, estiverem com pontos? mas mesmo assim não estiver bem, não conseguir aguentar ficar. se dissesse alguma coisa, podia convencer-me a ficar, fazer mais promessas para depois sofrer por as ter quebrado. e, se não falar, talvez custe menos. pode custar muito no inicio, mas assim habitua-se, porque foi uma mudança radical. não sei..

    ResponderEliminar
  5. eu estou tão entusiasmada por fazer 16 o que é mesmo raro x)

    ResponderEliminar
  6. Foi o que fiz no momento, é totalmente real, querida $:
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigado pelo teu comentário!
    Também sigo o teu! Gosto muito! Tens muito jeito! ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. realmente, quando finalmente encontramos alguém, há sempre 1 se não :s

    ResponderEliminar
  9. um bocado, mas agora já me tornei desconfiada nisso :o

    ResponderEliminar
  10. pois da última ele disse-me que já não me amava, que tinha perdido o interesse na nossa relação e que queria acabar . -.-

    ResponderEliminar
  11. ao início ficava mais abalada mas agora começo a dizer «isso não é verdade. estás a mentir» e ele lá acaba por admitir que não é verdade :)

    ResponderEliminar
  12. ele faz-me isto quase sempre pessoalmente, por isso digo sempre algo

    ResponderEliminar
  13. nao tens campos perto de tua casa fofinha ? xb

    ResponderEliminar
  14. vocês já andam á quanto tempo? :)

    ResponderEliminar
  15. muito muito obrigada, desejo-te o melhor (: sigo*

    ResponderEliminar
  16. a imagem das borboletas é lindaa! será que me podes dizer onde a encontraste?

    ResponderEliminar
  17. muiiiiiiiiiiiito obrigada :)
    adoro o teu blog, é mesmo giro, vou seguir *

    ResponderEliminar
  18. sim .. por essas imagens todas que fazem muitas miúdas pensar «quem me dera ser assim». não tens de agradecer :)

    ResponderEliminar
  19. Tens que passar ferias no campo um dia, iras amar!

    ResponderEliminar
  20. como me disseste dia 18 que fazias anos daqui a dois dias, parabens :)muitas felicidades*

    ResponderEliminar
  21. Que estranho querida!
    *o*
    Tens que pedia a tua mãe para um dia fazer um campo aparecer na tua aldeia ^^

    ResponderEliminar
  22. gostei muito mesmo! e o teu blog é tão fofinho, ain *
    sigo (:

    ResponderEliminar
  23. o teu está bem mais bonito. gosto tanto x:

    ResponderEliminar
  24. ora muito obrigada! ainda bem que gostaste *

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.