sexta-feira, 2 de novembro de 2012

 Tenho estado de luto por mim. Já não consigo sentir o meu coração. Estou morta, independentemente de qualquer espasmo que tenha, sinto-me morta. Normalmente sentiria medo disso. Medo de estar sem reacção ou resposta. Medo de não conseguir respirar a brisa de Outono... Mas hoje não. Hoje não quero pensar que estamos a meio de uma estação. Quero apenas disfrutar do prazer que é morrer por amor ou falta dele. Ai eu! Pobre de mim que nem tempo tive para me despedir do meu presente, nem pensei no futuro. Liguei-me novamente ao passado e eis o resultado - uma morte inesperada e inconsciente. É normal não ter medo da morte? É que eu não lhe tenho medo, quanto muito posso recriar ansiedade. E não espero por milagres, não quero ser salva. Nem salva nem substituida. A minha presença chegou ao fim. E como todas as histórias eu fugi à regra, não fui feliz no final nem iludi todos com uma vida deslumbrante. Morri só, no abismo, rodeada de vozes e quem sabe algo mais. E Deus? Deus recebeu-me em sua causa como uma alma pura de uma inocente causa de salvação... Meu Deus! Por favor rogai por eles que não sabem o que dizem ou fazem. São apenas almas vagabundas predestinadas a um futuro incerto e redondo. Em ciclo. Como uma roda da sorte viciada... é assim o jogo. E eu nunca tive sorte no jogo. Enfim.. Se estar morta é isto, eu imploro por tudo que morram todos. Estar morto é um sacrilégio, não há dor, nem sofrimento.. Não há saudade.

17 comentários:

  1. eu percebo, docinho, mas nós esperamos por ti.
    bem sei como te sentes, por um lado consegue ser bom, mas se fores a ver, assim não aproveitas nada. tens de renascer, reinventar-te, por favor

    ResponderEliminar
  2. ai está tão lindo . o blog. o texto. a música. tudo !

    ResponderEliminar
  3. tenho imensas saudades tuas coração..não estas bem pois não? sinto-te fraca. e olha, não te preocupes com o meu amor, porque esse é sempre o mesmo. só morre de vez quando eu acabar com ele. és linda, sinto-te a falta irmãnzinha

    ResponderEliminar
  4. não desistas assim. vive princesa <3

    ResponderEliminar
  5. O teu texto está tão triste e bem redigido

    ResponderEliminar
  6. É mesmo!A vida é mesmo assim... Gostei muito!

    ResponderEliminar
  7. - só disse a verdade... queres falar sobre o que se passa? estás à vontade princesa s:

    ResponderEliminar
  8. ás vezes sonho e faz me bem sonhar mas é tão breve essa felicidade que depois vem a enorme tempestade varrer o sorriso que se instalou tão brevemente xs

    ResponderEliminar
  9. adoro completamente, estou a seguir-te doce

    ResponderEliminar
  10. gostei da forma como o sentimento deste texto foi exposto. força

    ResponderEliminar
  11. estou a morrer de saudades tuas! onde andas?

    ResponderEliminar
  12. então é bom que te lembres que, como estrela que sou, nunca te vou abandonar <3

    ResponderEliminar
  13. Só que por vezes esse alguém demora tanto tempo a aparecer que parece que nem existe.

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.