sábado, 29 de setembro de 2012

Tem feito tempestade lá fora e cá dentro. Cá dentro do meu peito. Indestrutível tempestade de saudade e dor. A caminhar para a morte. Porque eu sou louca nos tempos livres e viro de pernas para o ar a minha loucura . Só os mais nobres conseguem alcançar-me neste mundo de dementes provisórios. De cegueira continua e a crença na salvação é obscura porque ninguém tem fé aqui, neste lugar. 
Mas eu acredito em Deus, porque só ele me pode salvar das palavras que queimam a pele e marcam o destino. Cruel e do avesso. Porque só Ele sabe o quão doente eu estou por não ter forças para confiar em mim e nos meus actos. Gritar não é opção mas ajuda a esquecer os problemas. Chorar não alivia a dor mas acalma o coração. E eu deixo-me ficar pálida e serena. Porque os loucos também têm os seus momentos de tranquilidade, nem que seja por breves horas de conforto emocional. Quando nos imaginamos a voar sobre tudo... Continuo louca. Sinto-me louca a escrever. Coisas sem sentido aparente, mas com fortes motivos para serem escritas e lidas por ti. 

16 comentários:

  1. Adorei, adoro a tua escrita, dá gosto de ler, <3

    ResponderEliminar
  2. é forte, muito forte o que escreves. vais encontrar a luz no fundo do túnel, acredita :$

    ResponderEliminar
  3. este texto está algo de fantástico! :)

    ResponderEliminar
  4. A tua escrita é que deixa qqr um louco de tão bela que é.

    ResponderEliminar
  5. Todos nós temos problemas e cada um de nós sofre com eles à nossa maneira. Eu sei que um dia ainda vou ser feliz e sei e acredito que tu também, basta acordar-mos todos os dias com vontade de seguir em frente. Também gosto de ti, <3

    ResponderEliminar
  6. Um dia talvez <3
    Adoro o teu blog, onde arrajas-te a tua imagem de fundo?

    ResponderEliminar
  7. Oh, obrigada, :). Como assim? escrevo isso no google?

    ResponderEliminar
  8. Vejo no google, por exemplo se quiser remover o cabeçalho do blog vou ao google e escrevo: remover cabeçalho do blog. depois é só ver :) obrigada

    ResponderEliminar
  9. Eu é que agradeço:)
    Oh, não, não posso.. já não somos chegados como dantes.

    ResponderEliminar
  10. É, é sempre bom alguém saber ou pelo menos compreender o sentido das batidas do nosso coração, como se isso fosse algum tipo de... refugio ou algo assim <3

    ResponderEliminar
  11. Incompreendida? Não acho nada, adoro.

    ResponderEliminar
  12. tenho saudades tuas, muitas muitas muitas minha may, minha doce

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.