segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Esta manhã senti-me pressionada pelos demais seres estranhos que me acompanham durante toda a minha vida. As sombras que percorrem as paredes do meu quarto decidiram deitar-se a meu lado na cama sussurrando-me pequenos detalhes de como arruinar o meu espírito livre. Porém, toda a continuidade de frases ameaçadoras fizeram-me pensar no quão boa sou por levitar sempre por cima. E igualmente bom é o jornal que me trouxeram com o pequeno-almoço. Mortes fazem o dia porque rematam sempre na hora certa e as pequena efusões líricas são esquecidas pelo vento e a humidade das noites de verão. E as noticias boas são sempre escassas como a boa vontade da sociedade repleta de greves e perturbações. E eu sou só mais um ser que caminha por aí. Lado a lado com o meu ego.

11 comentários:

  1. Este texto agarrou-me de uma maneira impressionante, li umas três vezes. tão lindo.

    ResponderEliminar
  2. oh muito obrigada doce e como sempre, um texto maravilhoso!

    ResponderEliminar
  3. Que palavras tão verdadeiras. tens razão ! :p

    ResponderEliminar
  4. doce és tu, por essas tuas palavras que me deixaste meu bem**

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.