quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Eu não soube esperar


É verdade, eu não soube esperar por ti. E acredito que esperar por alguém deva ser um privilégio porque, colocar a vida em pausa por causa de ti merece algum crédito. Não encontrei motivos suficientes para ficar agarrada ao vazio de não te ter. Além disso, a probabilidade de voltar a olhar-te nos olhos com a mesma intensidade com que nos olhávamos seria muito pouca. Seria errado querer um futuro exactamente igual ao passado, com os mesmos erros, com as mesmas poucas alegrias, eu mereço melhor. Ainda assim, existe sempre uma pequena parte de mim que te quer agarrar desesperadamente e afundar contigo, a uma profundidade que nos permita ficar eternamente juntos. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.