quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Perdi o equilíbrio que me mantinha de pé

Sentir-me sozinha é normal quando não tenho ninguém por perto, mas quando me rodeio de gente e mesmo assim o sentimento permanece? É normal começar a chorar do nada, com um aperto enorme no coração a achar que nunca ninguém demonstrou verdadeiro carinho comigo? Ou que algum dia fui prioridade de alguém? Ser todos os dias um muro de perda, desvalorizando tudo o que me afecta vai-me consumido por dentro e são estes pequenos momentos, geralmente no aconchego do abandono, que me desvaneço em lágrimas. Pedir ajuda nunca é solução porque admitir que ser frágil faz parte de mim nunca me foi ensinado. Acalmo-me sozinha, muitas vezes apenas com ajuda do que uma voz interior me diz, seco as lágrimas e volto a guardar para mim tudo o que me deixa melancolicamente depressiva porque as pessoas que me fazem bem, ao mesmo tempo também são as que me fazem mal. E eu sei que Tu existes porque sempre paras com o que me está a matar por dentro, acabas com a minha auto-destruição e dás-me uma luz, mesmo que pequena, é e sempre será a luz que eu preciso para continuar a ser a pessoa que não sou, mas que preciso de ser. 

1 comentário:

  1. Hallo ^^
    Estou a tentar divulgar o meu blog pela blogosfera, sei que é um bocadinho chato fazer isto, no entanto só assim é que podemos dar a conhecer o nosso "trabalho".
    Não peço para me seguirem só porque sim, mas sigam se gostarem e estiverem interessados/as a lerem mais de mim e do meu dia-a-dia.
    Obrigada,

    Michiyo.

    ~
    http://lino-michiyo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.