domingo, 15 de julho de 2012

Eu tenho medo do quanto eu te consigo amar. Tenho medo dessa imensidão de sentimentos reproduzidos só para um ser humano, que também erra, que não é perfeito e nem sempre está certo. Tenho medo porque enquanto o fim do mundo não chega as ideias mudam da noite para o dia e tu podes esquecer-te do que já fizemos juntos. Existe várias maneiras de me afogar neste sentimento e recorro sempre a imaginar-te com outra, isso sim, consegue afogar-me e deixar-me sem ar, chegando ao ponto de ver a morte a agarrar-me a mão e a dizer "está na hora Maria". Eu tenho medo da morte. Tenho horrores de não respirar enquanto sou coberta de pensamentos de coisas que poderia ter feito e ter dito. Eu preciso de tempo para saber crescer, para saber lidar com a auto-confiança. Até aí continuo a amar-te ainda mais, até um dia o meu peito rebentar e voltar a morrer. 

12 comentários:

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.