quinta-feira, 10 de julho de 2014

Se as aves do planalto comentassem comigo sobre o que vêm de lá da colina, sobre o que sentem para lá do horizonte (...) tudo seria mais fácil de respirar se soubesse de onde vem o vento e o que traz ele. Não imagino sequer outra explicação para tal melancolia se não culpa do vento e das tristezas que o acompanham. Não gosto de ser eu a culpa dos dias cinzentos e da infelicidade desmedida, por isso resisto a estas manhãs ventosas e oportunistas que me levam sempre a levantar da cama e a tomar uma chávena de aragem matinal. E repito para mim mesma "há dias em que nada vale a pena, nem levantar da cama".

4 comentários:

  1. Fiquei encantada com tudo o que aqui li - gostei imenso.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a última frase, há dias desses mas também é verdade que há dias em que o que mais vale a pena, foi termo-nos levantado :)
    R: Oui oui

    ResponderEliminar
  3. R: A minha média é que tenho medo que não me faça entrar ou a nota do exame de física e química... Esse curso parece-me bastante complicado! Ele safa-se? :b

    ResponderEliminar
  4. Boa noite!
    Estive muito tempo fora e até tinha fechado o blog, mas resolvi voltar!
    Visite: http://silenceisntawkward.blogspot.pt
    Beijinhos, nês!

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.