segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Ironias do destino, senti-me armadilhada na minha própria pele. Escondi-me atrás de diversos disfarces, façanhas, rotinas, enfim, movimentos singulares que me permitiriam ser mais "eu própria". Agora que eu já nem sei quem sou, não sei mais como me revelar porque esconder-me é o meu ponto forte. É o tempo das mudanças e das novas realidades, é o tempo de descobrir um novo eu, sem mais rodeios ou estranhas impressões alheias. Mas o nosso amor continua o mesmo e, graças a Deus, estarei mais perto de ti e de nós. O nosso amor continua intacto como no inicio e apesar de tantos buracos que encontramos ao longo do nosso caminho, a verdadeira glória é a do vencedor, somos nós.

6 comentários:

  1. quem me dera que o meu amor, seja assim como o vosso. mesmo com tanta coisa dando errado, sabe dar a volta e manter-se forte! adorei o texto :)

    ResponderEliminar
  2. linda, as tuas mensagens não aparecem no feed :s

    ResponderEliminar
  3. confesso-te que tenho saudades tuas..

    ResponderEliminar

Para a Rosarinho:

Marias há muitas © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.